Buscas relacionadas:

Disco para corte

Marcenarias, funilarias, siderúrgicas, serralherias, empresas da construção civil, dentre vários outros segmentos, precisam de ferramentas e acessórios otimizados para realizar suas atividades cotidianas. Um deles é o disco para corte, que desempenha um papel de suma importância no mercado. 

Como o próprio nome sugere, o produto é utilizado para atividades de corte em materiais como o concreto, o inox, o ferro, o alumínio, a madeira, a cerâmica, entre vários outros. No dia a dia, ele costuma ser empregado em máquinas portáteis como esmerilhadeiras, serras mármores e cortadoras de pisos, atuando com alta precisão nas tarefas.

Classificado como um tipo de disco abrasivo, o disco para corte pode ser de origem natural ou sintética, sendo o primeiro desenvolvido na crosta terrestre ou por minerais formadores de rocha e o segundo fabricado artificialmente a partir de altas pressões e temperaturas.

Tipos de disco para corte

Sabendo que o disco para corte pode ser utilizado tanto para trabalhos em matérias-primas delicadas quanto nos mais rígidos metais e pedras, é comum que ele seja encontrado em diferentes modelos, a fim de se adaptar às necessidades de cada segmento. Dentre os tipos mais populares do abrasivo, destacam-se:

Disco para aço: desenvolvido com grãos de óxido de alumínio, o modelo é muito eficiente no corte de cantoneiras, tubos e barras de aço carbono e outras ligas; 
Disco para inox: fino e resistente, o modelo pode ser utilizado tanto para cortes em aço inoxidável quanto em outros metais, sendo ideal para construção civil, serralherias e montagens e manutenção industrial; 
Disco para ferro fundido: fabricado em grãos de carbureto de silício e óxido de alumínio, o modelo é ideal para cortar ferro, latão, cobre e bronze; 
Disco refratário: confeccionado em grãos de carbureto de silício, o modelo serve para cortes em mármore, granito, pedras, concreto, rebocos, alvenarias, telhas e metais não ferrosos; 
Disco para madeira: apresentando formato circular e entradas (dentes) em sua extremidade, o modelo se destaca por assegurar um movimento suave e sem vibrações.  

Além desses cinco tipos de disco para corte, o cliente pode optar por outros dois modelos muito populares: o disco diamantado e o disco para uso geral. Podendo ser dividido em três subcategorias, nomeadas de banda contínua, banda segmentada e turbo, o abrasivo diamantado permite acabamentos uniformes e perfeitos. Enquanto isso, o de uso geral pode atuar com diversos materiais.

Como escolher o melhor disco

Levando em consideração a ampla gama de setores que realizam trabalhos de corte, bem como os diferentes tipos de discos que podem ser adquiridos, é fundamental que a aquisição do produto seja muito cuidadosa. 

Primeiramente, é importante que o comprador não tenha o preço como a principal variável para a compra, visto que abrasivos de baixa qualidade podem não atuar da maneira correta, causando danos graves e irreversíveis nas peças. Sendo assim, a análise completa da relação custo-benefício é indispensável. 

No mercado, o disco para corte também pode ser encontrado em diferentes diâmetros e espessuras, que deverão ser compatíveis com o tipo de máquina que será ajustado. Por último, mas não menos importante, o produto precisa ser confeccionado com matérias-primas de boa procedência e rigorosos padrões de qualidade, atestando sua eficiência e segurança.

Ver maisVer menos

Disco para corte

Galeria de Imagens

Estas imagens foram obtidas em bancos de imagens públicas e disponíveis livremente na internet

close

Envie um orçamento para

É GRATIS, rápido e sem compromisso!

Navegação