Buscas relacionadas:

Pó Abrasivo

O pó abrasivo é uma excelente escolha para desgastar, polir, limpar ou aprimorar o acabamento de superfícies e peças de metal, vidro, plástico, cerâmica e muitos outros materiais. Classificado por sua dureza, tenacidade e friabilidade, o produto é composto por elementos como diamante triturado, carbono e bauxita. Saiba mais nos tópicos listados abaixo!

  • Para que serve o pó abrasivo?
  • Principais aplicações do pó abrasivo
  • Qual a composição do pó abrasivo?
Pó abrasivo

Para que serve o pó abrasivo?

O pó abrasivo é amplamente utilizado em diversas indústrias e setores, graças às suas propriedades únicas. 

A principal função do material é desgastar ou remover camadas excedentes de superfícies sólidas por meio de atrito, assim como uma lixa ferro. 

Além disso, o uso dos abrasivos em pó permite a realização de polimentos, desbastes e limpezas eficientes, como rodas abrasivas.

Diante disso, é possível afirmar que o pó abrasivo aprimora o aspecto visual de peças e demais estruturas onde costuma ser aplicado, proporcionando um acabamento suave e uniforme.

A substância pó abrasivo para afiação ainda desempenha um papel importante na preparação de áreas para processos posteriores, como pintura ou aplicação de revestimentos. 

Isso ocorre porque os abrasivos em pó facilitam a aderência adequada desses produtos, impedindo que deixem marcas indesejáveis.

Principais aplicações do pó abrasivo

Além dos processos mencionados no tópico anterior, o pó abrasivo é um excelente aliado em serviços complementares. 

A limpeza de peças e materiais originados de tratamento térmico é um bom exemplo de situação em que os abrasivos em pó são úteis.

A substância também é utilizada em plásticos, vidros, borrachas, cerâmicas e metais não ferrosos, como bronze, cobre, latão e alumínio, pasta de polimento

Além disso, o pó abrasivo pode ser aplicado em revestimentos de carbeto de tungstênio e cromo duro. 

Também existem opções específicas para determinadas funções, como o pó abrasivo para polimento e o pó abrasivo para afiação, muito usado em lâminas. 

Para concluir, os pós abrasivos são ingredientes essenciais na fabricação de lixas, rebolos e outras importantes ferramentas que auxiliam no reparo de superfícies.

Qual a composição do pó abrasivo?

O pó abrasivo pode ser fabricado com diferentes materiais por meio de processos naturais ou sintéticos.

Os abrasivos em pó naturais são coletados na crosta terrestre ou em rochas que contêm minerais abrasivos.

O pó diamantado, por exemplo, é retirado de diamantes imperfeitos, que não são aproveitados no mercado de joias. Para isso, a pedra descartada é completamente triturada até ser reduzida a pó.

Outros elementos usados na produção de pó abrasivo natural são o coríndon e o quartzo, populares por suas propriedades de dureza, resistência à abrasão e capacidade de corte. 

Já os pós abrasivos sintéticos mais comuns são compostos por óxido de alumínio, carbeto de silício e nitreto de boro, lima abrasiva.    

Os dois primeiros resultam de uma fusão realizada em fornos elétricos. Enquanto o óxido de alumínio é misturado com bauxita, o carbeto de silício é combinado com carbono e outros elementos secundários.

Por sua vez, os abrasivos em pó de nitreto de boro são produzidos por processos artificiais realizados em altas pressões e temperaturas.

A variedade do pó abrasivo faz com que nem sempre seja fácil escolher o melhor produto para a necessidade apresentada. 

Portanto, antes de fechar negócio, é uma boa ideia procurar por um profissional especializado e conhecer as classificações do material, como, por exemplo, a manipulação de uma pedra abrasiva

Como o pó abrasivo é classificado?

Na hora de escolher um pó abrasivo, é interessante conhecer os três critérios que definem a classificação desse tipo de material. 

O primeiro é a dureza, medida em Mohs, uma escala que dimensiona a capacidade de um elemento riscar ou cortar outro. 

Para exemplificar, um pó abrasivo de diamante é mais duro do que uma parede de gesso. Isso significa que o pó diamantado pode ser aplicado ao gesso, pois não terá dificuldade em modelar sua superfície. 

O segundo critério a ser observado é a tenacidade dos abrasivos em pó, fator que determina o quanto uma substância pode receber impactos ou energia mecânica antes de romper.

A tenacidade é importante para identificar se o produto desejado terá um bom desempenho em estruturas sujeitas a pressões elevadas.

Por fim, a friabilidade do pó abrasivo estabelece sua facilidade em fraturar-se para criar novas arestas cortantes quando as originais não conseguem mais cortar.

Vale destacar que a durabilidade dos abrasivos em pó está diretamente relacionada aos níveis de friabilidade.

Quer ter acesso aos melhores fornecedores de abrasivos em pó do mercado nacional? Solicite já seu orçamento no Soluções Industriais!

E caso deseje mais informações sobre o produto, não deixe de ler o conteúdo que disponibilizamos para você no final desta página!

Ver maisVer menos

Pó Abrasivo

O pó abrasivo é usado em metais ferrosos e não ferrosos, vidros, plásticos, cerâmicas e muitos outros materiais. 

Assim como uma lixa ferro, os abrasivos em pó são fundamentais em processos de reparação de peças e superfícies. 

Com essas substâncias, é possível realizar cortes, polimentos, limpezas e remoção de camadas excedentes com grande precisão e rapidez, otimizando linhas de produção em indústrias e oficinas de diversos segmentos. 

Agora que você já sabe tudo sobre o pó abrasivo, faça uma cotação no Soluções Industriais e aproveite as ofertas imperdíveis de nossos parceiros!

Galeria de Imagens

Estas imagens foram obtidas em bancos de imagens públicas e disponíveis livremente na internet

close

Envie um orçamento para

É GRATIS, rápido e sem compromisso!

Navegação