Buscas relacionadas:

Instalação elétrica

A instalação elétrica é um processo importante de ser realizado, visto que todos os ambientes precisam desse tipo de instalação. Assim, é um meio de fazer com que máquinas, eletrodomésticos e outros equipamentos movidos a eletricidade possam funcionar. Dessa forma, para saber o que é, como escolher, considerações e muito mais, veja os tópicos abaixo!

  • O que é a instalação elétrica?
  • Instalação elétrica predial, comercial, residencial e industrial, qual a diferença?
  • Como se dividem as instalações elétricas?
  • Como escolher o melhor tipo de instalação elétrica?
  • O que é um projeto elétrico e qual sua importância?
  • O que considerar antes de fazer a instalação elétrica?
  • Norma que regulamenta a instalação elétrica
  • Como fazer instalação elétrica residencial?
  • Segurança das pessoas e equipamentos ao fazer instalação elétrica
  • Quais os erros mais comuns na instalação elétrica?

O que é a instalação elétrica

A instalação elétrica é um conjunto de equipamentos e condutores usados para conduzir a energia elétrica. 

Assim, ela inclui todos os componentes que permitem a geração, transmissão, distribuição e utilização da energia elétrica.

Esse processo deve atender às normas técnicas vigentes para garantir a segurança das pessoas e dos bens.

Por isso, as instalações elétricas são um conjunto de equipamentos e condutores utilizados para conduzir e controlar a energia elétrica em um ambiente.

Sendo composta por um sistema de fios e cabos que ligam os aparelhos elétricos à rede de energia,

Além de interruptores, tomadas e outros dispositivos que permitem o controle do fluxo de energia.

Dessa forma, a instalação elétrica é um dos principais sistemas que devem ser feitos para que outros equipamentos possa operar devidamente.

Instalação elétrica predial, comercial, residencial e industrial, qual a diferença?

As instalações elétricas prediais, comerciais, residenciais e industriais são todas instalações elétricas que seguem o mesmo princípio básico: a distribuição de energia elétrica para os diversos dispositivos que irão utilizá-la.

No entanto, cada um desses tipos de instalações segue uma norma específica e tem características próprias que os diferenciam.

As instalações elétricas prediais são aquelas que ficam dentro dos limites do terreno onde se encontra o prédio.

Já as comerciais são aquelas presentes em estabelecimentos comerciais, como lojas e escritórios.

As instalações elétricas residenciais são aquelas presentes em residências e apartamentos, enquanto as instalações elétricas industriais atendem a usinas e fábricas.

Em geral, é bem comum verificar a instalação elétrica residencial como um dos principais sistemas que são feitos em plantas de casas.

Cada um desses tipos de instalação elétrica tem sua particularidade, desde o número de circuitos até a capacidade de suportar determinados equipamentos.

Por isso, é importante escolher a instalação elétrica ideal para cada tipo de edifício e equipamento, a fim de garantir o melhor funcionamento possível.

Como se dividem as instalações elétricas?

As instalações elétricas podem ser divididas em três categorias: iluminação, força e controle.

A iluminação é a parte da instalação elétrica que fornece a luz artificial necessária para a visibilidade dentro de um ambiente.

Assim, a força é a parte que alimenta os aparelhos eletrônicos de um ambiente.

Enquanto que o controle é a parte da instalação elétrica que regula o fluxo de energia para os aparelhos eletrônicos de um ambiente.

Além disso, as instalações elétricas são divididas em três grandes grupos: baixa tensão, média tensão e alta tensão.

A baixa tensão é a tensão comumente utilizada em residências, com valores que não ultrapassam os 220 volts.

A média tensão é a tensão utilizada nas redes de distribuição de energia, possuindo valores que variam entre 1000 e 220 volts.

Já a alta tensão é a tensão presente nas subestações elétricas e linhas de transmissão, podendo chegar a valores superiores a 1 milhão de volts.

Sendo assim, é importante verificar o melhor tipo de categoria e classificação de instalação elétrica para o seu caso.

Como escolher o melhor tipo de instalação elétrica?

Não existe um tipo de instalação elétrica que seja o melhor para todos os casos. O ideal é escolher a opção que melhor atenda às suas necessidades específicas.

Alguns fatores a serem considerados ao escolher o tipo de instalação elétrica:

  • Qual é o tamanho da área a ser iluminada?
  • Qual é o tipo de luz (brilhante, sem brilho, etc.) que você precisa?
  • Você precisa de um controle remoto para ligar/desligar as luzes?
  • Como será o controle da intensidade da luz (dimmer)?
  • Quais são os requisitos de tensão e corrente?
  • Você precisará de um sistema de backup (gerador) em caso de falha na rede elétrica?
  • Qual é o orçamento disponível para a instalação elétrica?

A partir dessas considerações, é importante recorrer a fornecedores responsáveis para verificar o melhor tipo de instalações elétricas que podem ser utilizadas no seu dia a dia.

Por isso, é um processo que deve ser pensado com calma e verificado com as melhores empresas do mercado.

Então, para saber mais sobre instalação elétrica, veja todas as ofertas que o Soluções Industriais selecionou para você!

Ver maisVer menos

Instalação elétrica

O que é um projeto elétrico e qual sua importância?

Um projeto elétrico é um documento que especifica os componentes, materiais e dimensões de uma instalação elétrica.

Ele é importante para garantir a segurança da instalação, bem como o seu funcionamento correto.

Dessa forma, o projeto elétrico é uma especificação técnica que define os requisitos elétricos de um determinado empreendimento.

Ele estabelece as características dos circuitos, equipamentos e sistemas a serem utilizados, bem como os materiais necessários para sua execução.

Além disso, o projeto elétrico residencial deve considerar as normas técnicas regulamentadoras da área, a fim de garantir a segurança dos usuários e minimizar os riscos de acidentes.

A importância dele está justamente na sua função preventiva, pois permite que problemas futuros sejam evitados desde o início da obra.

Além disso, é um meio de contribuir para um melhor aproveitamento dos recursos disponíveis, garantindo maior economia no longo prazo.

Sendo assim, ele é indispensável para garantir o melhor funcionamento da parte elétrica de um ambiente.

O que considerar antes de fazer a instalação elétrica?

Antes de fazer uma instalação elétrica, é importante considerar os seguintes fatores que proporcionam maior assertividade na hora de realizar uma instalação elétrica.

Assim, para ter a melhor instalação elétrica para o seu espaço, considere:

  • O tamanho e a complexidade do projeto;
  • O número de tomadas e lâmpadas que serão necessárias;
  • A localização das tomadas e lâmpadas;
  • Os materiais que serão necessários;
  • Se houver algum obstáculo no caminho, como um piso de madeira, carpete ou azulejo.

Antes de se iniciar qualquer tipo de instalações elétricas, é importante considerar alguns fatores. 

Em primeiro lugar, é necessário determinar o local da instalação. Isso inclui escolher um local apropriado para a caixa de distribuição e os cabos elétricos. 

Além disso, é importante certificar-se de que não haverá nenhum obstáculo que possa dificultar ou impedir o fluxo de energia elétrica.

Uma vez que o local da instalação tenha sido determinado, é hora de se concentrar na seleção dos materiais elétricos adequados. 

Assim, escolher cabos e fios de alta qualidade que sejam capazes de suportar a corrente elétrica que será utilizada na instalação é indispensável. 

Além disso, também é importante verificar as especificações do painel elétrico e do gerador de energia para garantir que possam suportar a carga total da instalação.

Após a seleção dos materiais elétricos, é hora de começar a fazer a instalação propriamente dita. 

É importante seguir todas as instruções fornecidas pelo fabricante para garantir uma instalação correta e segura. 

Além disso, também é importante testar a instalação antes de usá-la, verificando se todos os circuitos estão funcionando adequadamente.

Por isso, é essencial cotar com uma empresa especializada e regularizada para garantir o melhor serviço de instalação elétrica.

Norma que regulamenta a instalação elétrica

A instalação elétrica deve seguir a norma regulamentadora NBR 5410, que estabelece os critérios de segurança para a execução de instalações elétricas em baixa tensão.

Essa norma foi elaborada pelo Comitê Brasileiro de Eletricidade (CBE) e é aplicável às instalações elétricas que alimentem equipamentos com tensão nominal igual ou inferior a 1000 volts (V) em corrente alternada e 1500 V em corrente contínua.

Assim, as tomadas de corrente também precisam atender normas de segurança, que é a NBR 14136/02, sendo 2 P + T em qualquer instalação elétrica.

Nas demais instalações prediais, é possível encontrar dois principais tipos de tomadas, que possuem dois tipos de capacidades.

Tanto a 10 A quanto a 20 A podem ser utilizadas para uso residencial ou comercial, fazendo com que seja possível ter um melhor aproveitamento dessas correntes.

Além de corresponder a quantidade energética que cada eletrodoméstico ou equipamento maior precisa.

Então, seguir essas normas é de extrema importância para garantir que todo o projeto elétrico seja regularizado.

Como fazer instalação elétrica residencial?

Para fazer uma instalação elétrica residencial, é importante seguir alguns passos e cuidados básicos.

Para começar qualquer projeto elétrico é preciso ter um desenho do circuito elétrico.

Isto ajudará a determinar onde os cabos serão colocados e quais dispositivos estarão conectados.

Outro passo importante é determinar o tamanho dos cabos, sendo eles mais comuns são de 14, 12 e 10 AWG.

Outro cuidado importante é ler as etiquetas dos dispositivos elétricos para determinar a correta tensão e a amperagem.

Por exemplo, lâmpadas fluorescentes requerem um balaste específico que suporta a tensão e amperagem da lâmpada.

Se o balaste não for adequado, a lâmpada poderá queimar rapidamente ou causar um curto-circuito.

Assim, as instalações elétricas residenciais também devem ter um dispositivo de proteção contra sobretensões, como um disjuntor ou fusível, para evitar danos nos circuitos elétricos causados ​​por picos de energia.

Segurança das pessoas e equipamentos ao fazer instalação elétrica

Ao fazer instalações elétricas, é muito importante garantir a segurança das pessoas e dos equipamentos.

Para isso, é preciso tomar alguns cuidados especiais como:

  • Usar sempre luvas e botas de isolamento para evitar choques elétricos;
  • Desconectar todos os aparelhos antes de iniciar a instalação;
  • Fazer um teste de continuidade antes de conectar qualquer aparelho;
  • Não sobrecarregar as tomadas;
  • Usar fios e cabos de boa qualidade;
  • Não fazer ligações ao ar livre;
  • Sempre solicitar ajuda de um profissional habilitado se tiver dúvidas.

A partir disso, é importante estar sempre de acordo com os equipamentos de segurança, a fim de evitar qualquer tipo de problema ou acidente.

Seja instalação elétrica ou instalação hidráulica, torna-se essencial que esses EPIs estejam adequados para cada processo.

Quais os erros mais comuns na instalação elétrica?

Não existe um consenso sobre quais são os erros mais comuns na instalação elétrica, mas alguns especialistas apontam para os seguintes problemas:

  • Uso de fios elétricos danificados ou em mau estado;
  • Ligações elétricas inadequadas;
  • Falta de terra em circuitos elétricos;
  • Sobrecarga de circuitos elétricos.

Esses são apenas alguns dos erros que podem ser cometidos durante a instalação elétrica.

E é importante consultar um profissional qualificado para garantir que as instalações elétricas sejam feitas corretamente.

Dessa forma, para encontrar os melhores fornecedores do mercado, basta entrar em contato com os parceiros do Soluções Industriais e solicitar o seu orçamento gratuito!

Galeria de Imagens

Estas imagens foram obtidas em bancos de imagens públicas e disponíveis livremente na internet

close

Envie um orçamento para

É GRATIS, rápido e sem compromisso!

Navegação