Buscas relacionadas:

Reator uasb

O reator UASB é uma ótima alternativa para tratar efluentes industriais e esgotos com praticidade e segurança. Esse equipamento realiza um processo anaeróbio de decomposição, onde microorganismos degradam a matéria orgânica sem a necessidade de oxigênio, por meio de um fluxo ascendente. Entenda como isso acontece em detalhes nos tópicos listados abaixo! 

  • O que é e para que serve o reator UASB?
  • Como funciona um reator UASB?
  • Características de uso do reator UASB
  • Como o reator UASB deve ser instalado?

O que é e para que serve o reator UASB?

O reator UASB (sigla em inglês para “Reator Anaeróbio de Manta de Lodo”) é um equipamento que trabalha com fluxo ascendente (de baixo para cima) e realiza as primeiras etapas de estabilização de matérias orgânicas.

Sua função é útil principalmente em estações de tratamento de efluentes industriais e esgoto sanitário. 

Assim como todo reator industrial, o modelo UASB é capaz de aumentar consideravelmente a produtividade em suas áreas de trabalho. 

Isso porque o dispositivo promove a digestão anaeróbia, na qual microorganismos degradam a matéria orgânica na ausência de oxigênio, resultando geralmente na produção de gás metano. 

Esse gás pode ser utilizado como fonte de energia, e o lodo gerado durante o processo pode ser posteriormente tratado e utilizado como fertilizante.

No entanto, a eficácia desses reatores é garantida apenas quando o comprador procura por fornecedores de confiança antes de fechar negócio. 

No mercado, é possível encontrar reatores de diferentes dimensões e capacidades. Portanto, mesmo quem já tem experiência prévia com os equipamentos pode ter dúvidas no momento da escolha.

Vendedores de referência no segmento, como os parceiros do Soluções Industriais, conseguem indicar o melhor modelo conforme as informações passadas pelos clientes. 

Como funciona um reator UASB?

O funcionamento de um reator UASB baseia-se na gravidade que é submetida às substâncias líquidas inseridas no bocal de entrada. 

Em um primeiro momento, os fluidos passam por um sistema que retém qualquer partícula sólida grossa. 

Logo após, eles são direcionados a um tanque equalizador, recipiente responsável por corrigir o pH do líquido sempre que necessário.

É interessante saber que, em alguns casos, o operador precisa adicionar nutrientes aos fluidos brutos antes de alimentar o reator.

A alimentação do reator UASB acontece a partir da parte inferior da máquina. O conteúdo é direcionado a uma manta de lodo que varia de características ao longo de sua extensão. 

Enquanto a base da manta apresenta alta densidade, o topo é leve e disperso. Essa combinação faz com que o líquido se estabilize por completo.

Assim que estabilizado, o material pode ser retirado a partir de um decantador interno presente no reator. 

Vale mencionar ainda que o reator possui um separador de gases e sólidos logo abaixo do decantador. 

Esse dispositivo impede que o fluxo dos gases usados na estabilização leve as partículas que se soltam da manta de lodo.

Características de uso do reator UASB

O reator UASB possui características e vantagens distintivas que o tornam uma opção eficaz e econômica para o tratamento de águas residuais. Entre as principais, destacam-se: 

  • Baixa produção de lodo: Um dos benefícios mais notáveis do reator UASB é a baixa produção de lodo, o que resulta em menos resíduos sólidos gerados durante o tratamento e menores custos operacionais;
  • Menor necessidade de nutrientes: Em comparação com outros sistemas de tratamento, o UASB requer uma menor adição de nutrientes para o seu funcionamento eficaz, algo que também contribui para economizar recursos financeiros;
  • Tratamento não influenciado por transferência de oxigênio: Ao contrário de sistemas aeróbicos, nos quais a eficiência do tratamento depende da transferência de oxigênio para os microorganismos, o reator UASB opera em condições anaeróbicas. Isso evita a necessidade de fornecer oxigênio artificialmente;
  • Manutenção de biomassa: Em algumas situações, esse reator pode manter a biomassa sem a necessidade de adição contínua de matéria orgânica;
  • Consumo de energia reduzido: O equipamento requer um baixo consumo de energia, especialmente quando comparado a sistemas aeróbicos;
  • Alta tolerância a cargas orgânicas: O reator UASB é capaz de lidar com cargas orgânicas elevadas, tornando-se adequado para aplicações industriais que produzem águas residuais com concentrações significativas de poluentes com essa característica.

Após conhecer os benefícios mencionados, vale a pena entender como o reator UASB deve ser instalado. 

Como o reator UASB deve ser instalado?

A instalação do reator UASB precisa ser feita em uma base de concreto reforçada por canaletas niveladas e chapas de aço. 

Ainda é importante que as chapas sejam amparadas por uma mistura de concreto armado e substâncias impermeáveis, a fim de evitar infiltrações. 

Além disso, é essencial garantir que o local de instalação seja adequadamente ventilado e com acesso facilitado para operação e manutenção. 

Transforme resíduos em recursos! Solicite agora mesmo um orçamento de reator UASB no Soluções Industriais e entre em contato com os melhores fornecedores do segmento! 

E caso deseje mais informações sobre o assunto, leia o conteúdo que preparamos para você no final da página!


Ver maisVer menos

Reator uasb

O reator UASB destaca-se como uma tecnologia de tratamento de esgoto sanitário e efluentes industriais altamente eficaz.

Esse reator industrial elimina riscos para o meio ambiente e opera com um consumo reduzido de energia, o que o torna uma opção sustentável e economicamente viável para o tratamento de águas residuais.

Ficou interessado? Faça uma cotação no Soluções Industriais e aproveite as ofertas imperdíveis dos nossos parceiros! 

Galeria de Imagens

Estas imagens foram obtidas em bancos de imagens públicas e disponíveis livremente na internet

close

Envie um orçamento para

É GRATIS, rápido e sem compromisso!

Navegação